Finalmente chegou a hora de eu fazer um dos reviews que há mais tempo estava querendo escrever. Aliás, fazia anos que estava querendo escrever sobre esse game, mas não de uma forma simples e sim um review digno e completíssimo. Então se prepare, porque o texto vai ser longo (mas garanto que vai valer a pena!) e repleto de informações, curiosidades, descrições e tudo mais sobre Mega Man 7 de Super Nintendo.  Então bora lá que tem muita coisa para falar!


ANTES DE COMEÇAR! 

Para começar a analisar MM7 a gente vai ter que se situar um pouco antes de 1995 (1995 foi seu lançamento). Na verdade, exatamente em 1993 no lançamento de Mega Man X. Todos sabem que MMX é um game “monstruoso” para o Snes, mas também devemos lembrar que entre 1993 e 1998 era uma época de mudança de público gamer, que começou lá no NES quando criança e começava a alcançar sua adolescência na metade da vida do Mega e Snes e início de vida dos 32 bits. Isso foi percebido pelas empresas que almejavam de certo modo algo mais “jovem, radical, cool” em seus jogos e marcas. Isso foi muito utilizado, por exemplo, pela Sega com Sonic (vide Tom Kalinske) nas propagandas do Mega e Saturno contra a Nintendo. Já a Sony utilizou muito isso também em seus jogos com atmosferas mais “maduras, violentas, cools e serias” como em Final Fantasy 7 onde tínhamos um protagonista morrendo.

Então MMX era a alternativa de Mega Man para esse público que buscava algo mais “jovem e cool“. Era um jogo mais moderno, mais radical, mais futurístico e isso fez o game cair nas graças desse público. Afinal aqueles que cresceram vendo MM de NES estavam ali presenciando a evolução do personagem para algo mais “adulto” e  sentindo que estavam “crescendo” junto com ele. Mas é claro que não é somente isso que fez MMX ter caído na graça dos gamers, pois o game é absurdamente bem feito, com jogabilidade incrível, gráficos impressionantes, trilha sonora primorosa e cia. Tá Ivo, mas o que isso tem a ver com MM 7?

Anúncio de Mega Man X

É aqui que chego no ponto principal. MM7 chegou dois anos (1995) depois de MMX e, inclusive, após o MM X2. E isso acabou ofuscando-o de certo modo em seu lançamento. Eu ouvia muito naquela época (e ainda hoje!) os gamers falando que MMX era muito melhor e não tinham interesse em jogar MM7. E ainda tinha “o pulo” de gráfico do NES para o SNES que modificou bastante o design do personagem e também “assustou” os fãs mais fervorosos do game que estavam acostumados com as versões de NES (que no total foram 6 jogos).

E isso é o centro do meu review. Mesmo com todas essas adversidades citadas acima, quero mostrar como MM7 é um game digno da série MM e que foi feito com extremo carinho pelos seus produtores. Minha intenção ao falar de MM7 nesse review NÃO É só de fazer um review repleto de informações,  mas tirar essa “venda dos olhos ou birra” de comparações entre MM7 com MMX e fazer você dar uma oportunidade de jogar ele hoje, com olhos de um garoto lá de 1995 e talvez perceber como esse jogo é apaixonante e quem sabe se encantar por ele. E você que nunca jogou MM7 o objetivo é também incentiva-lo a jogar.

Mega Man 7 Capa Americana

O LANÇAMENTO!

Mega Man 7 com mais recheio e cobertura

MM7 foi lançado em março de 1995 no Japão com o nome Rockman 7 – O Confronto do Destino e no EUA somente com o nome Mega Man 7. O game apresentava a mesma “receita de bolo clássica” dos MM anteriores, onde você enfrenta os “Robot Masters” ganhando suas armas e chegando até o final onde enfrentamos o famigerado vilão Dr. Willy. Mas não se engane, apesar da “receita de bolo ser clássica” o game traz “novas coberturas e recheios nesse bolo“. Usando a capacidade do Snes o game apresenta gráficos mais refinados e totalmente novos (inclusive do próprio MM), música marcantes, nova história, lugares secretos, opções de rotas diferentes nas fases, novos personagens (que falaremos em breve) e por fim um modo batalha ao meu estilo Street Fighter 2 para você tirar um ‘contra” com seus amigos.

 

 


O DESENVOLVIMENTO DO GAME!

Aqui tem algo que pode parecer mentira, mas não é! MM7 foi produzido em apenas 3 meses. Sim, toda a equipe junto com Inafune (Pai do Mega Man) criou o jogo em apenas 3 meses. Isso foi relatado no Megaman & Megaman X Official Complete Works. “Por causa de um problema de organização  da equipe a gente teve praticamente 3 meses para fazer “7”. Felizmente o pessoal que trabalhou nesse jogo estava imensamente motivado e me lembro de me divertir muito no trabalho.

 

Trecho do Inafue falando do jogo

Em outros trechos é comentado que a equipe chegava a dormir no local de trabalho, mas que eles não se arrependiam afinal realmente amaram trabalhar em MM7. Em determinada ocasião o tempo estava tão curto que eles tiveram que pedir para um outro ilustrador desenhar um “Robot Master“. Por sinal, ele trabalhava em jogos da Disney e desenhou a arte do “Shade Man“. Dá para perceber claramente os traços “Disney no personagem”, inclusive esse no nariz dele.

Shade Man traço Disney

MM7 também foi o último jogo a contar com ilustrações do próprio Inafune. A partir do MM8 ele começou a trabalhar como produtor. Em seus comentários ele diz que esse foi o game em que ele colocou mais energia e dedicação que qualquer outro da sua carreira, afinal era sua despedida na área, que ele começou a trabalhar e criou seu nome na indústria de games. Os personagens que ele desenhou foram o Freeze Man e o Turbo Man (que por sinal são os meus prediletos em MM7). E a capa do jogo também foi desenhada toda por ele (não a americana por favor!).

Freeze Man e Turbo Man

 

Capa Japonesa desenha por Inafune

 


CONCURSO DOS ROBOT MASTERS!
.

Cartucho Dourado de MM4

Você sabia que em MM sempre existiu um concurso que você poderia desenhar os “Robot Masters” e mandar para a Capcom? Os melhores eram escolhidos e colocados dentro do jogo. Além de ver seu personagem dentro do jogo, os ganhadores foram premiados com vários presentes e inclusive alguns hoje custam “fortunas“. É o caso do famoso cartucho dourado.

Em MM7 não foi diferente e também teve esse concurso. Com mais de 220 mil participantes esse foi o concurso de MM com mais participantes da história. O vencedores em MM7 e tiveram seus personagens no game e eles foram o Freeze Man e Spring Man.

 

Concurso de “Robot Masters”

 


A HISTÓRIA DO GAME!
.

Dr. Willy preso finalmente?

Em MM6 finalmente Dr. Willy foi capturado e preso. Parecia que seus planos finalmente haviam terminado e tudo ficaria em paz. Mas Dr. Willy tinha um plano reserva em mãos caso fosse capturado. Em um dos seus laboratórios secretos foram preparados 8 robôs novos e caso ele não aparecesse no período de 6 meses, esses robôs seriam ativados automaticamente e iriam atrás dele. E foi  o que realmente aconteceu! Depois de 6 meses preso, os robôs de Willy foram ativados e começaram a causar destruição em toda cidade tentando encontrá-lo.

 

…………..
,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,
Percebendo o ataque, Dr. White e Rush vão até a cidade e se dão conta de que a situação estava ficando caótica. Com isso eles resolvem chamar Mega Man e Roll imediatamente. Depois de algum tempo MM e Roll, junto com robô “Auto” (novo personagem que vou falar logo abaixo!), chegam na cidade e percebem que algo estava errado devido à tamanha destruição. Em meio a cidade destruída MM encontra Dr. White que o avisa que a cidade está sendo atacada por robôs do Dr. Willy e eles estão se dirigindo para a prisão a fim de salvá-lo. Mas antes mesmo de terminar essa frase Dr. Willy escapa da prisão voando em sua nave e sobrevoa MM para tirar uma onda e fugir em seguida.

A Fuga do Dr. Willy

Sem mais o que fazer ali MM resolve seguir em frente para pelo menos acabar com os robôs que estão destruindo a cidade antes de ir atrás de Dr. Willy. E logo em seguida ele encontra seu primeiro rival (que é bem fraquinho por sinal) chamado Mad Grinder. Um robô gigante com um rolo compressor que esmaga tudo que vê pela frente. Mas como disse antes ele é bem fraquinho e MM o derrota sem dificuldade.

Seguindo em frente, Megaman encontra um novo e misterioso personagem (muito adorado por fãs!) chamado Bass (Eua) ou Forte (Japão) com seus cão Treble. Sem muita explicação Bass chama MM para briga e após uma intensa luta MM acaba danificando Bass que vai embora dizendo que a luta entre eles não havia terminado. Sem entender nada e sem saber quem era ele, MM segue em frente para de novo acabar com os planos de Dr. Willy, saber quem é Bass e por fim trazer a paz novamente para todos.

O Gigante Mad Grinder

………………


SIMPLICIDADE NA HISTÓRIA – MENOS É MAIS! 

A história é simplista como em todos os jogos do MM. Dr. Willy ataca tudo e quem tem que resolver toda bagunça é MM (como citei acima!) com seus amigos. Nada de mais e, na sinceridade, é o suficiente para os jogos do MM. Uma curiosidade é que realmente a parte inicial do jogo, que possui vários diálogos, foi comentado em uma entrevista com diretor de MM11 – Kazuhiro Tsuchiya, que na época era programador de MM7.  Nessa entrevista perguntaram qual foi sua maior lição em MM7 e resposta foi clara e cômica:

KT: Há uma coisa que sempre digo a todos como uma experiência de aprendizado com Megaman 7 … “Se você deixar sua cutscene de abertura muito longa, as pessoas ficarão entediadas.”

Se quiser ler a entrevista completa clique aqui.

 

Kazuhiro Tsuchiya o produtor de MM 11

Tudo isso com um tom de piada claro, mas isso é algo que realmente aprendemos com MM7. A gente queria logo jogar e ainda mais em 1995 quando quase ninguém entendia inglês e muito menos japonês (o cartucho que eu tinha era japonês). E na real?! A gente já sabia de tudo: “Dr. Willy atacou e bora MM salvar o mundo!“. E isso era o suficiente para a gente jogar MM!


NOVOS PERSONAGENS!

Dois novos personagens foram introduzidos na série justamente em MM7 como citei falando da abertura.
Vamos a eles:

Bass e Treble

Bass ou Forte, como é conhecido no Japão, é um Robot Master criado pelo Dr. Wily, junto com cão Treble, uma imitação clara de Rush . Ele foi criado a partir de uma pesquisa realizada em MM6 com a intenção de superar o poder de MM algum dia e fez sua estreia no MM7 . Bass é claramente um anti-herói e seu objetivo é se tornar o robô mais poderoso que existe. Embora Bass e MM sejam rivais, às vezes eles se unem para derrubar inimigos. Apesar de ter sido criado pelo Dr. Wily, Bass frequentemente rebela-se contra seu criador, geralmente buscando seus próprios propósitos (que faz Willy ficar mais louco do que já é!). Bass é o robô mais bem  sucedido depois de Zero, que é a criação mais avançada do Dr. Wily.

 

 

 

………………..


.

Nosso amigo Auto

Auto ou Rightot, como é conhecido no Japão, é um personagem querido na série MM. Mesmo que ele não tenha sido apresentado antes estava implícito que ele está com o Dr. Light por bastante tempo. Ele tem um veículo chamado Rightot’n Half-Track que é apresentado no início do MM7. Auto é um inventor e cria itens para MM através de parafusos coletados durante as fases.

.

 


A AVENTURA COMEÇA!

Como comentei antes, após a luta contra Bass a aventura realmente começa. MM tem que enfrentar 8 robôs novos de Dr. Willy para finalmente descobrir sua base para derrotá-lo e capturá-lo. E o primeiro dessa lista é justamente um dos melhores deles. Bora lá!

DWN 049 – Freeze Man

Por incrível que pareça o Freeze Man não foi criado por Dr. Willy, na verdade ele era um robô protótipo movido a energia não poluente. Claro que logo depois ele foi modificado pelo Dr. Willy para usar em combates contra MM. O funcionamento do Freeze Man é através de uma teoria da termo dinâmica chamada “equilibrio térmico“. Mas que diabos é isso ?

“Equilíbrio térmico é a condição em que um corpo encontra-se na mesma temperatura que suas vizinhanças. Observa-se que todos os corpos que se encontram em temperaturas mais altas que seus vizinhos tendem a ceder-lhes calor de forma espontânea até que ambos passem a apresentar a mesma temperatura. Resumindo! Se um corpo está em uma temperatura alta e outra baixa e se  estão juntos, eles tendem a trocar energia para se manterem na mesma temperatura ao mesmo tempo.”

Então, o Freeze usa isso! Ele pega a temperatura do ambiente como energia e a baixa para congelar tudo e assim utilizá-la como sua arma chamada “Freeze Craker“, que é um projétil em forma de neve.

Freeze Craker
  • Curiosidade do Freeze Man: 

    – Freeze Man é um cara perfeccionista e respeita muito o Iceman, já que ele foi o primeiro robô de gelo criado pelo Dr. Willy.
    – Em batalha ele só ataca a partir do momento que você começar a atacar. Caso não se mova  ele fica apenas te observando.
    – Se você usar a Freeze Cracker contra ele o resultado é que tudo fica parado e ele tira uma onda de você fazendo uma pose ao estilo Jaspion ou Changeman.

Ice Man e Freeze Man

DWN 050 – Junk Man

Esse lixo (o nome dele é “Homem-Lixo” mesmo! Sacanagem, Dr. Willy!). O Junk Man foi construído com peças de outros robôs lá do ferro velho do Dr. Willy. E suas peças são unidas pela força do eletromagnetismo. A ideia inicial do Junk Man era de ser um catador de peças de robôs para Dr. Willy, mas vendo sua capacidade e força ele foi utilizado para combate. Sua arma nada mais é que a Junk Shield, um escudo de sucata utilizando energia eletromagnética, que ao mesmo tempo que o protege é utilizado como projétil. Mas toda essa força tem uma fraqueza: qualquer atividade que mexa no seu campo eletromagnético acaba fazendo o Junk Man se despedaçar. É o caso quando se usa a Thunder Bold (arma de Energia do Cloud Man!) nele.

Junk Shield
  • Curiosidade do Junk Man:

    – Apesar de sua aparência bruta o Junk Man é um especialista em economia. Ele é muito apaixonado por isso e acaba o tornando um “workaholic” por muitas vezes.
    – Em seu tempo livre ele gosta de comer “junk food”, mas não gosta de desperdício de comida e lixo cru.


DWN 051 – Burst Man

 

Burst Man foi criado para proteger uma indústria química no Japão, mas obviamente foi roubado pelo Dr. Willy para suas atividades maléficas. Em seu corpo existem dispositivos de sabão… isso mesmo sabão! Que são utilizados para levar produtos explosivos para longe (levados por bolinhas de sabão!). Essa arma é chamada “Danger Wrap” e possui um grande alcance atirando para frente ou para cima. Esses elementos no corpo do Burst Man que criam as bolhas da “Danger Wrap” são extremamente sensíveis a mudanças de temperatura e isso fica nítido caso você use contra ele armas com ataque de gelo e fogo.

Danger Wrap
  • Curiosidade do Burst Man:

    – Ele é muito parecido com o Bomb Man que é o primeiro robô com bombas do Dr. Willy.
    – Ele é apaixonado por festivais de fogos e adora brincar com “bombinhas” de fim de ano.


DWN 052 – Cloud Man

Esse robô com uma aparência toda estranha era nada menos que um robô climático. Sabendo disso o Dr. Willy  o modificou, tirando seu fator de criação de chuvas e aumentando para o fator de raios para assim ser utilizado em sua arma chamada “Thunder Bolt“.

Thunder Bolt
  • Curiosidade do Cloud Man

    – Sua fase se passa em um instituto de pesquisas de clima.
    –  Ele é viciado em televisão às vezes.
    – Adora a estação das chuvas e gosta de estar no centro das atenções quando assunto é habilidades.
    – Lamenta sempre não tem pernas e com isso não usar sapatos.
    – Adora procurar metais raros e brilhantes nas horas vagas e não gosta de para-raios.

     


O MUSEU E CHEFE EXTRA!

Logo após você vencer os 4 primeiros Robot Masters o MM é chamado por Dr. Light,  que o avisa que o museu da cidade está sendo atacado por Dr. Willy, e MM se encaminha para lá. Essa é uma parte no jogo que é uma homenagem aos games anteriores. Lá podemos ver vários Robot Masters antigos de outros jogos do MM. São eles Snake Man, Blizard Man, Pharaoh Man, Hit Man na parte da frente se reparar na parte de trás tem o Quick Man, Flame Man e o Plant Man. E o vidro quebrado era o Guts Man que o Dr. Willy estava roubando e MM acabando vendo isso.

Enquanto Dr. Willy foge com o Guts Man ele deixa outro robô para atacar Megaman e o nome dele é Mash. Um robô palhaço que pula e sua cabeça sai voando. Mas nada a se preocupar, pois ele é bem fraquinho também e MM logo o derrota e segue para enfrentar os 4 Robot Masters restantes.

O Gordão Mash

 


NOVA ARMADURA E LOJINHA DE COMPRAS!

Nos jogos anteriores existia a combinação do MM com o Rush, que resulta em uma armadura mais poderosa. Aqui no MM7 isso não é diferente, só que agora a combinação é de 3 poderosos acessórios que fazem nascer a Super Adapter. Ela é junção Jet Adaptor, Power Adaptor e a Mega Armor do (Rockman World 5) e para desbloqueá-la é preciso achar 4 letras escondidas entre as fases e formar a palavra RUSH.

Reunião das Armaduras
Super Adapter

E ainda para complementar temos a lojinha chamada “Big Eddy Auto Shop“. É uma “loja-laboratório-movél” no formato de um Eddy gigante. Lá dentro tem o nosso querido Auto, vendendo itens como vidas, energy tanks e cia. Durante as fases ao destruir os inimigos é possível coletar parafusos, que são as moedas de troca para comprar itens nessa loja. Na loja tem praticamente todos os itens escondidos do jogo e para acessá-la é só ir na tela de seleção de fases (em que aparecem os chefes) e apertar SELECT no controle.

 

Big Eddy Auto Shop


MAIS 4 ROBOT MASTERS!

DWN 053 – Spring Man 


Esse é um caso diferente em MM7. Spring Man na verdade é uma sugestão do concurso dos “Robot Masters” do MM6 (olha como era o desenho da sugestão abaixo!). Spring Man é um robô feito de mais de 2000 molas de variados tamanhos que o tornam leve, ágil e com super saltos. Derrotando-o você ganha a “Wild Coil“, que nada mais é que o arremesso de super molas nos inimigos.

Wild Coin
  • Curiosidades Spring Man

    – Spring sofre com problemas de subir e descer escadas. É só lembrar daquele brinquedo de molas que você tinha quando criança! 
    – Ele possui um caráter super otimista, mas é um tremendo trapalhão. 
    – Se você atacá-lo com a Thunder Bolt, ele será magnetizado e irá te puxar como um imã (dá para imaginar que esse jogo foi feito em 3 meses?). 

 

Desenho do Spring Man do Concurso!

 


DWN 053 – Slash Man


O próximo é o Wolverine do Megaman (brincadeira!). Agora é a hora do Slash Man, que é um robô construído pelo Dr. Willy para destruir florestas onde seriam feitos seus laboratórios secretos (Dr. Willy tá nem aê para meio ambiente também, viu!).  Slash Man possui uma grande agilidade e golpes mortais com suas garras e ainda por cima comanda um exército de robôs dinossauros na sua fase, que inclusive possui um T-Rex robô que temos que vencer. Derrotando ele você ganha a “Slash Claw“, capaz de cortar qualquer coisa que aparecer na sua frente.  A fraqueza do Slash Man são as temperaturas baixas e com isso a melhor arma contra ele é “Freeze Cracker”.

Slash Claw

 

  • Curiosidades do Slash Man

    – Na sua fase existe um segredo. Queimando a árvore no final da última parte você irá encontrar uma rota alternativa que irá te levar ao pássaro amigo do MM chamando Beat. Esse pássaro irá te buscar caso você caia em “buracos” nas fases. 
    – Slash Man solta uma geleia como golpe e até hoje não se sabe o porquê disso.


DWN 055 – Shade Man

 


Shade Man
é um robô criado para parques de diversões para ser atração de casas mal assombradas. Obviamente acabou sendo sequestrado e modificado pelo chatão do Dr. Willy para suas atividades maléficas. A ideia do Dr. Willy era utilizar ondas psíquicas através de Shade Man para controlar mentes humanas, mas o projeto saiu errado e o efeito foi que ele criou uma arma de ondas sonoras destrutivas que causam danos físicos nos inimigos. Derrotando Shade Man você ganha a “Noise Crush”, que obviamente solta ondas sonoras destrutivas contra os inimigos.

Noise Crush
  • Curiosidades sobre Shade Man

    – Shade Man gosta de lugares escuros e de se pendurar no teto (deve ser fã do Drácula né! ), mas apesar disso ele tem medo de aranhas e fantasmas.
    – Seu sonho é ser cantor, mas sua voz é péssima. 

    – Assim como um vampiro, ele bebe sangue para recuperar sua energia. Lutando contra ele é justamente o que acontece, se ele te agarrar.
    – Na fase do Shade Man você pode encontrar o Bass e o Proto Man, ambos escondidos pela fase. 
    – Na fase do Shade Man é possível trocar a sua música pela música da primeira fase do Super Ghouls´N Ghosts. Para fazer isso basta segurar o botão de tiro e pulo antes de começar a fase. Confira como fica no vídeo abaixo.



DWN 056 – Turbo Man

E agora chegamos no último “Robot Master” e também o meu predileto (junto com o Freeze Man!), o Turbo Man. Turbo Man é nada menos que o antigo carro do Dr. Willy transformado em robô. Essas modificações deixaram ele vulnerável a ondas sonoras, mas totalmente invencível se atingido por ondas elétricas. Se você acertar ele com a “Thunder Bold” se prepare, pois ele fica invencível e arrasa com você. Além disso, ele se transforma em um carro e ataca com seu “Crash Drive” (estilo Transformers mesmo!). Derrotando ele você ganha nada menos que a “Scorch Wheel“, que são bolas de fogo que podem ser atiradas nos inimigos (eu preferia nesse caso MM se transformando em carro também!).

Scorch Wheel
  • Curiosidades sobre Turbo Man

    – Sua fase tem muita semelhança a uma parte da fase do Quick Man do MM2 que, ao invés de laser letais, são colunas de fogo. 
    – Apesar de sua sensibilidade a ondas sonoras o que ele mais adora é andar de carro com som ligado.


OS ENCONTROS COM PROTO MAN!

Existem 3 lugares onde você pode encontrar o Proto Man e se você conseguir isso ganhará o escudo dele de presente. As duas primeiras aparições são na fase do Cloud Man e Turbo Man e nelas ele te dará dicas de achar itens secretos, mas na última a ser encontrada, que fica na fase Shade Man, ele te desafia para uma luta. Se você vencê-lo ganhará nada menos que o Proto Shield ou melhor dizendo o super escudo do Proto Man.

Proto Shield

CHEGAMOS AO WILLY CASTLE!

E depois de derrotamos os oito Robot Master finalmente conseguimos achar a base do Dr. Willy e agora aqui o “bicho começar a pegar“. E tenho que comentar, eu adoroooo esses design dos Willy Castle´s. Em todo MM sempre é diferente! 

 

O Castelo IRRADO do Dr. Willy em MM7


WILLY CASTLE PARTE 1 – SAGUÃO DE BOAS-VINDAS!

A primeira parte do castelo é o saguão principal cheio de plataformas giratórias, inimigos e a maior dificuldade é a falta de luz, que faz você não saber onde está ou onde pular. Se usarmos o Super Adaptor as coisas ficam bem mais fáceis e essa é minha dica. Logo ao final desse saguão encontramos ninguém menos que Bass, que nos chama de fracote e nos desafia, mas é claro que MM dá uma surra nele e o faz ir embora novamente.

 

Bass chamando MM de fracote!

Mas a brincadeira não termina aqui. Lembra do museu que comentei acima? Lembra que o Guts Man foi roubado? Pois bem, ele foi modificado pelo Dr. Willy e agora temos que enfrentar o Guts G. Um super Guts Man apelão com uma alicate giratório que tenta a todo momento esmagar você.

 

Guts G ou Guts Bombadão


WILLY CASTLE PARTE 2 – TARTARUGAS PARA TODO LADO!

 

Willy Castle Parte 2

E chegamos na segunda parte do castelo. Aqui é tartaruga para todo o lado, mas como assim? O cenário é todo detalhado com tartarugas e cheio de Sniper Joe´s para todos os lados. Tome muito cuidado! E para não perder o costume lá vamos enfrentar Bass novamente. Só que agora ele ficou realmente irritado e irá utilizar os upgrades feitos do Dr. Willy e virar o Super Bass. Uma versão totalmente apelona do Bass que usa asas, atira lasers e causa danos absurdos. Mas não adianta porque MM novamente chuta a bunda dele e o derrota.

Super Bass e sua armadura

Logo após derrotar Bass seguimos em frente em uma fase cheia de pilares de fogo subindo e descendo e destinadas a te destruir. Aqui devemos sempre utilizar o tempo certo para pular esses pilares para conseguir passar. Novamente a minha dica é usar o Super Adapter, que dá um “pulo extra” e facilita a vida e muito para conseguir passar essa parte. Lembra que comentei que a fase é toda temática com tartarugas? Pois bem, chegou a hora de enfrentar outro chefe chamado GameRizer. Uma bela homenagem ao monstro da série Godzilla chamado Gamera que fez um sucesso absurdo lá nos anos 50-60 no Japão.  O GameRizer, além de cuspir fogo, solta umas mini tartarugas que vão fazer de tudo para te acertar.


WILLY CASTLE PARTE 3 – BOMBAS PARA TODO LADO!

 

Willy Castle Parte 3

Chegamos na terceira parte e aqui tudo é cercado por bombas e, se você não tomar cuidado, já era. Você pode escolher duas direções para prosseguir, mas no final elas te levam para o mesmo local onde iremos enfrentar o chefe com o nome mais estranho do jogo chamado HannyaNED². Um robô com uma máscara de Oni (demônio folclórico lá do Japão) que arremessa bombas e cospe laser na sua cara. E essas palavras em kanjis nos canhões significam “Morte Certa“. Bem direto isso, né?!

 

Robô “Morte Certa”

 


WILLY CASTLE PARTE 4 – OS 8 ROBOT MASTER NOVAMENTE!

Depois de todas essas batalhas o Dr. Willy não deixa barato, fazendo você  enfrentar todos os 8 Robot Masters em uma tacada só. Então se prepare com o máximo de itens reservas para qualquer eventualidade. Mas como já conhecemos todas fraquezas de todos os Robot Masters tudo fica mais fácil. Mas caso você tenha esquecido, aqui vai uma dica do seu amigo Ivo… de quais armas usar contra os chefes.

– Freeze Man (Junk Shield)

– Slash Man (Freeze Cracker/Scorch Wheel)

– Junk Man (Thunder Bolt)

– Cloud Man (Danger Wrap)

– Turbo Man (Noise Crush)

– Spring Man (Slash Claw)

– Shade Man (Wild Coil)

– Burst Man (Scorch Whee/Freeze Cracker)

 

As 8 cápsulas com os Robot Masters

É HORA DE ENFRENTAR DR. WILLY FINALMENTE!

E finalmente a hora de enfrentar o velhinho Dr. Willy chegou. Logo após derrotarmos os oito Robot Masters novamente vamos direto à primeira batalha com Dr. Willy em sua sua Willy Machine Nº7.  Ela é uma caveira com hastes laterais que servem para dar pulos e tentar esmagar você a todo momento e, além disso, joga “Mini Willy Machine Nº7” a todo momento tentando te acertar. O único modo de vencer é acertar bem onde o Dr. Willy aparece (olho da caveira!) com a Buster no máximo sempre. Com o tempo você pega o jeito e percebe que não é tão difícil vencê-lo.

 

Caveirão do Dr. Willy


E agora você vai sofrer! Agora é a hora de enfrentar a Willy Capsule, que é absurdamente difícil. Aqui não tem dica e o negócio é na pura habilidade e ter seus “Energy Tanks” ao seu lado. Olha que o ilustrador Yoshihisa Tsuda disse sobre esse chefe em uma entrevista:  Keiji Inafune disse para a gente – “Vamos tornar a última luta incrivelmente difícil!”.  E foi o que aconteceu! Willy Capsule é impossível de ser vencida sem usar Energy Tanks e você vai ralar muito para vencê-la. Pow, Inafune, apelou geral hein?!

Maldita Willy Capsule

O FINAL POLÉMICO!

Aqui tem algo a ser levantado. Se você não quer saber o final pule para a próxima parte do texto e deixe isso para ler em um futuro próximo, mas antes vou deixar uma pulga atrás da sua orelha. Esse final é algo totalmente diferente de qualquer Mega Man que você vai ver porque levanta questões que nem imaginávamos na série MM. Fotos do dialogo abaixo:

Mas como assim, Mega Man iria matar Dr. Willy? Essa é uma questão a ser levantada. Vamos aos fatos:

– MM já estava cansado de sempre derrotar Dr. Willy e suas tramoias e de repetir tudo de novo a custo de vários robôs, vidas, cidades e cia. Vale lembrar que MM odeia lutar e só luta quando é obrigado e ainda mais contra seus amigos robôs, e tudo isso pode ter gerado uma situação de “crise robôtica” na sua cabeça.

– Devemos lembrar que existe as três leis robóticas comentadas por Isaac Asimov:

  1. Um robô não pode ferir um humano ou permitir que um humano sofra algum mal.
  2. Os robôs devem obedecer às ordens dos humanos, exceto nos casos em que essas ordens entrem em conflito com a primeira lei.
  3. Um robô deve proteger sua própria existência, desde que não entre em conflito com as leis anteriores.

Matando Dr. Willy fica claro que MM quebraria a regra Nº1 e seria desligado, mas acredito que ele estivesse ciente disso. MM sempre colocou a frente sua vida para proteger os outros seres. Em sua mente sua morte seria justificável para conseguir a paz da humanidade.

Mas tudo isso é um detalhe da versão americana, pessoal, porque na versão japonesa ele nem chega a falar que iria matar Dr. Willy. Apesar disso, a minha opinião é que essa versão americana é infeliz em fazer isso, justamente porque quebra toda a magia de MM de ser o nosso herói sempre disposto a vencer Willy, mas nunca ao ponto de matá-lo. A gente cresceu vendo nosso herói azul lutando bravamente, criando amigos, vencendo todos os desafios e deixar essa imagem derradeira de matar Willy … não faz jus ao nosso herói. Essa é minha opinião!


TRILHA SONORA!

Eu gostaria de levantar alguns quesitos do jogo antes de finalizar aqui esse review e vou começar falando da trilha sonora. A trilha sonora é composta por ninguém menos que Toshihiko Horiyama. Se você não conhece, ele é compositor de games como Mega Man X, Dino Crises, Resident Evil, Onimusha e tantos outros. E um detalhe curioso é que aquele primeiro “jingle” do logo da Capcom no PSX foi criação dele. Mas voltando, as músicas de MM7 são fantásticas, com temas que representam perfeitamente as fases/ambiente em que estamos jogando e isso inclui até s faixa do final do jogo, que é fantástica. Quer ouvir um pouco e sentir as músicas? Vou colocar abaixo uma delas para você ouvir. É só clicar na númeração e ouvir. As que mais adoro coloquei em vermelho para você ouvir!

00:00. Capcom presents
00:05. Prologue Part 1 – 6 Months later
01:38. Prologue Part 2 – Searching for the Master
02:14. Mega Man 7 Title Theme – ‘A fated Confrontation!’
02:31. Opening Stage – Ruined Street
04:30. Friend or Foe? – Theme of Bass
06:03. Password Screen
06:39. Stage Select
07:24. Stage Start
07:34. Freeze Man Stage – Iceberg Area
10:05. Junk Man Stage – Forgotten Factory
12:22. Burst Man Stage – Medical Science Lab
14:11. Cloud Man Stage – Weather Research
16:18. Dr. Light’s Lab
17:05. The Robot Museum
18:50. Something’s wrong…
18:55. Auto’s Shop
19:30. Spring Man Stage – Springy Paradise
21:26. Slash Man Stage – Jurassic Jungle
23:12. Proto Man’s Whistle
23:18. Shade Man Stage – Horror Fortress
25:11. Turbo Man Stage – Giant Trailers
26:51. Welcome to Hell’s Village!
26:58. Shade Man Stage – Ghouls and Ghosts
29:30. Boss Battle
31:19. Victory
31:24. Got Weapon
32:01. Bass’ Betrayal
33:33. Enter Skull Castle
33:45. Wily Stage 1 – Entrance
37:03. Wily Stage 2 – Turtle’s Realm
39:54. Wily Stage 3 – Walk the Invisible
42:00. Final Wily Stage – The Hatches
43:28. Wily Machine #7 Battle
44:40. Final Wily Battle
45:49. Final Victor
45:58. Ending – A Hero returns

Capa do OST oificial de MM7

MINHA CRITÍCA/PARTE NEGATIVA DO GAME!

Sempre quando falo de um jogo que adoro acabo comentando minha crítica/parte negativa sobre ele. Por mais que ame o game não posso ficar cego para alguns detalhes negativos. No caso de MM7 é a jogabilidade, que é um pouco “dura”. O fato de você jogar provavelmente MMX antes  vai te induzir a pensar sobre a jogabilidade de MM7. Isso ocasiona uma dificuldade em se adaptar a ele no começo, mas garanto que com algum tempo tudo fica adaptável. Esse não é um fato que acabe denegrindo o jogo e principalmente, mesmo depois de tantos anos de seu lançamento (o velho caso “envelheceu mal!”).

Outro fator de crítica que sempre é lembrado de MM7 é aquela bendita introdução demorada que citei no começo desse review. Simplesmente temos que esperar toda ela sem poder pular ou adiantá-la apertando algum botão. Isso geralmente afasta e muito quem quer conhecer MM7 e acaba desistindo logo de cara por esse fator, o que é um erro terrível.

E, por último, MM7 não é o melhor MM. Se você reunir os pontos técnicos de MM como suas inovações, criatividade, criação de tudo do zero e cia é óbvio que ele fica atrás. Essa discussão de qual é o melhor MM gera muita briga, mas eu sigo dizendo que cada jogo é um bolo com recheio diferente e todos são maravilhosos e fica ao seu gosto qual você mais adora. 

Critica no Game!

O BRILHANTE LEVEL DESIGN DE MM!

Esse jogo não deixa para menos ao legado do MM. O “Level Design” continua supremo. Tudo flui de forma brilhante e desta vez com inclusão de rotas alternativas, nada que dificulte muito sua jogatina, mas o suficiente para você encontrar novas rotas que te levam a áreas com itens secretos. Isso foi uma bela adição nos jogos do MM e começando nesse MM7. Eu fico impressionado como o “Level Design” desse jogo ocorre de forma tranquila onde você consegue seguir a fase encaixando perfeitamente os desafios que ela proporciona junto com sua temática. É um combinação perfeita de DESAFIO + TEMÁTICA FASE + CRIATIVIDADE.

Quando a gente joga MM sabe que o legado não é somente o nosso herói azul, mas uma construção através dos anos de “Level Design” fantásticos que foram seguidos por muitos outros jogos. E MM7 não perde a mão nesse quesito.

Mapa completo da fase do Shade Man

 


LIGANDO MM7 ao MM8! PREPARE-SE!

A última cena de MM7 é uma imagem do céu onde vemos caindo uma estrela cadente. E, se você sabe, o MM8 começa com uma luta no espaço. E tudo indica que ao final de MM7 a produção de MM8 já estava sendo produzida. Abaixo a imagem final que comentei e a abertura de MM8 onde a luta começa no espaço. Tire sua própria conclusão disso!

 

Estrela Cadente ligando tudo ao MM8

 

 


CONCLUSÃO FINAL! OBRIGADO!

E aqui termino o review de MM7, pessoal. Espero que esse texto te incentive a jogar esse game. É um game que vemos que foi feito com total carinho pelos seus criadores. Cada detalhe, cada curiosidade é o registro de um game único que o torna apaixonante. É sem dúvida uma das maiores pérolas do Super Nintendo aê do nosso herói azul. Espero que tenham gostado do review e não deixem de comentar aqui para saber o que vocês acham do game, do review, e se vão jogar.

MM7 tem 25 anos já e mesmo depois de tanto tempo ainda me encanta toda vez que jogo… é um dos meus jogos prediletos para sempre e faz parte da minha vida gamer.  Esse review foi feito com muito carinho! Há anos estava querendo escrevê-lo e o finalizo com muito alegria.
E agora vou até jogar MM7 de novo =)
Obrigado por ler até aqui e um grande abraço! Ivo.

 

Obrigado!

GALERIA DE FOTOS!

Aqui uma galeria especial com os personagens, concepts arts e cia do game. Divirta-se!