Fim de ano chegou e também a hora de comentar o que joguei em 2019. E por sinal esse ano anotei todos os jogos que joguei ou melhor dizendo os que terminei. Esse sem dúvida foi o ano que mais joguei nos últimos 15 anos, em meio a um dos meus “pecados gamísticos” como Resident Evil 2 e conseguir jogar lançamentos como Spider-Man, Days Gone e outros. Como você vai perceber foi o ano que joguei menos retrogames e isso tem uma explicação – acabei dando uma parada com “retrogames” pelo fato de que estava me prendendo muito ao passado e esquecendo as coisas novas, por mais que algumas sejam inesquecíveis e sempre vale revive-las o novo não pode ser deixado de lado. E a verdade é que estou tentando me desapegar do passado – desapegar é diferente de esquecer.


E esse ano talvez seja o ano que fecho esses listas do que “joguei no ano“. Em 2020 a minha jogatina vai diminuir drasticamente por alguns motivos que venho refletindo algum tempo. Eu amo videogames e isso vêm me acompanhando por toda a vida, mas chegou a hora de me dedicar em novas áreas e até quem sabe um hobby novo. Além do fato de estudar mais firmemente em 2020, estou querendo fazer outras atividades, como aprender algo novo: língua nova, tocar algum instrumento musical, atividade física e etc e principalmente a leitura. Sinto muita falta de ler e antes mesmo de jogar videogame a leitura era uma das minhas paixões e ela foi deixada de lado nos últimos anos. Estou querendo em 2020 fazer a lista de leitura ao invés de games. Quem sabe?

Mas chega de papo e hora de colocar a lista do que joguei em 2019.
E vale lembrar que todos citados abaixo foram detonados. Bora lá!!

Resident Evil 2 – Playstation 4

O começo do ano veio com nada menos que o remake de RE2 e um dos meus “pecados gamísticos” dos anos 90. Sem dúvida um dos melhores jogos do ano e um presente para os amantes da série de “survivor horror“. Um game feito totalmente com carinho pela Capcom e que sem dúvida mostrou que ela finalmente está de volta. Eu platinei o jogo detonando ele do começo ao fim e você pode ver meu review completo dele aqui . Inclusive ganhei a chave da própria Capcom e que foi uma bela surpresa para euzinho aqui. Torço para que Resident Evil 3 seja lançado por ela no mesmo naipe que foi esse Resident Evil 2.

Batman Returns – Super Nintendo

Ta aê um joguinho que estava devendo reviver e terminar. Meu primeiro contato com ele foi lá em 1994 em um evento de games na minha ex-cidade (onde nem se falava de evento de games como hoje). Logo ele se tornou um dos meus jogos prediletos de Super Nintendo e em 2019 resolvi joga-lo. Ele ainda tem todo aquele clima sombrio igual do filme e mantem seu charme mesmo depois de tantos anos. Inclusive terminei ele no último nível e descobri tem um final especial nele (apenas uma imagem, mas vale a pena!).

Devil May Cry – Playstation 4

Mais um joguinho que nunca tive a oportunidade de jogar na época do Playstation 2 e cia. Mais um game que recebi o código da Capcom de presente. Um jogo clássico com a volta do Dante e toda sua turma e outra cartada perfeita da Capcom em revitalizar suas franquias antigas. Um jogo que agrada do começo ao fim e somente peca por ser bem curtinho. Esse também foi devidamente platinado!

Sekiro – Playstation 4

O “blábláblá” de jogadores de Dark Souls me irritava profundamente. “Aíii o jogo é difícil”, “aí o jogo não é para qualquer um”, “aí eu fechei Dark Souls” e “blábláblá” e por fim Sekiro foi lançado como o novo Dark Souls. Bom, resolvi pegar o jogo e termina-lo e confirmo o que já tinha comentado jogando Nioh – esses jogos não tem nada disso de “supra-sumo”. É só aprender/decorar o mecanismo do game, chefes, inimigos e cia a coisa se resolve facilmente. Joguei e platinei tranquilamente e sinceramente é um dos jogos que menos gostei nesse ano, mas ainda sim é melhor que Nioh pelo menos. Resumidamente esse tipo de jogo (Dark Souls) não é meu estilo e foi o último que investi meu tempo jogando. E tá provado que é muita “pagação de pau” sobre esse estilo “Souls“.

Days Gone – Playstation 4

Zumbis, mundo apocalíptico, sobrevivência e um estilo de filme que adoro, mas imagina isso em um jogo? Essa é a proposta do Days Gone e resolvi joga-lo. É um game que pega todas as mecânicas inovadoras de outros jogos da série e implementa nele. Até aê o jogo é muito bem feito com gráficos bonitos, mecânicas legais (como citei!), jogabilidade precisa, personagem principal carismático e sua história boa (que não é a oitava maravilha do mundo, mas tá bem!). O que peca todo o game é a repetição das missões. Invadir áreas de inimigos é praticamente 70% do jogo e isso deixou a história principal de lado e o desenvolvimento do jogo cansativo. Para cada parte da história principal tem 30 missões paralelas em qual 29 são de invadir territórios. Essa é a minha reclamação do game! Mas se mesmo assim você ama zumbis e sobrevivência como euzinho aqui vai curtir seus bons momentos… recomendo o game.

Team Sonic Racing – Playstation 4

Quem me conhece sabe que Mario Kart 64 é o meu jogo predileto de todos os tempos. E já que a Nintendo não lança nenhuma versão nova para consoles desde 2014 (Deluxe de Switch não vale!) o jeito foi recorrer ao Team Sonic Racing e ainda na expectativa de jogar com os amigos online. Bom, eu fiz até um mini campanha para convencer todo mundo a jogar online e sabe qual foi o resultado? Ninguém jogou! A conclusão é que da galera que conheço e jogava online ou junta nesses tipos jogatina… morreu por “N” motivos. Mas e o jogo Ivo? Team Sonic Racing é o mais perto que temos de Mario Kart, desde sua diversão a sua variedade de pistas e personagens. Sem dúvida se você sente falta de um Mario Kart novo essa é a opção de jogar… até que Nintendo resolva lançar um Mario Kart novo lá em 2030.

Samurai Shodown – Playstation 4

Ahhhh! SNK que saudade de você! Ops! Ela resolveu voltar em 2019! E com nada menos que na minha opinião foi o melhor jogo de luta em 2019 – Samurai Shodown. Quem viveu os anos 90-2000 sabe que SS fez a vida de muitos jogadores de fliperamas e botecos da vida. E depois de muitosssss anos a SNK resolveu lançar um SS novo e o resultado foi maravilhoso. Um jogabilidade clássica, mas com toques de modernidade e gráficos novos fizeram o SS voltar ao patamar de onde nunca deveria ter saído – como um melhores jogos de luta de todos os tempos. Se você é fã da SNK assim como euzinho e ainda mais de jogos de luta… não perca esse jogo! Recomendo.

198x – Playstation 4

Um proposta indie, com um toque retro e contando a vida de um gamer dos anos 90 nos dias atuais? Com música de Yuzi Koshiro? Eu não poderia deixar de conferir esse jogo. E o resultado? Foi ótimo e você pode conferir meu review aqui. Muitos odiaram o jogo falando que ele é apenas um “punhado de mini games” mas a verdade que o importa no jogo ao meu ver é a sensação que ele trás… aquela nostalgia que só quem viveu os anos 80-90 sabe como foi. E isso o jogo foi implacável!

Goof Troop – Super Nintendo

Como eu amo esse jogo! Esse para muitos deve ser um joguinho qualquer de SNES, mas para mim é sem dúvida um dos melhores. Esse jogo me trás tantas lembranças boas! Mas não só isso! O jogo ainda continua super divertido e desafiador com seus puzzles. Fazia mais de 20 anos que não jogava ele e foi uma delícia relembra-lo e fecha-lo em um fim de semana (como adoro jogos de SNES de fim de semana!). Não sei porque demorei tanto para joga-lo de novo, mas se bobear vou jogar ele de novo em um futuro próximo.

Battle Chasers – Playstation 4

Esse game tá comigo faz 2 anos e fui jogando aos poucos e sempre enrolava para fecha-lo e depois de muita insistência resolvi termina-lo. Esse é um joguinho dos que menos gostei em 2019. Apesar a história, gráficos e personagens legais… ele não me cativou. Não que ele seja ruim, longe disso! Só que já o tipo de jogo que não me cativa mais depois de tantos anos. Esse infelizmente foi com menor nota (dos que fechei!) esse ano.

Alien Vs Predator – Super Nintendo

Eu tive uma ideia de fechar todos os “Beat En Up” de SNES um tempo atrás (que desisti no meio do caminho por causa de tempo!) e tinha começado com Alien Vs Predator. Um jogo ruim, muitoooo ruim de SNES. Eu já achava ele ruim na época do SNES e hoje dia ele é “injogável“. Só não coloco ele com o pior de 2019 porque ele já teve esse título de pior do anos lá em 1994 quando joguei ele. Então você que é amante de SNES… passe longe desse jogo!

Ninja Warriors – Once Again – Nintendo Switch

No meio do ano tive a oportunidade de conseguir um Nintendo Switch que o primo da minha esposa trouxe do Japão e por um preço de banana por sinal. A diferença de preço é descomunal mesmo você trazendo do Japão. Bom, logo de cara resolvi pegar um joguinho simples que é nada menos que Ninja Warriors. Sim, aquele “Beat Em Up” de SNES, só que agora ele voltou todo reformulado, com personagens novos na versão de Switch. Qual o resultado? Se você é fã de SNES vai amar essa versão! Tudo está ali com algumas melhoras e agora com a opção de dois jogadores o que gente reclamava demais na época do SNES. Uma delícia de jogo para você jogar numa tarde de fim semana… tem coisas que só SNES proporciona e mesmo depois de tantos anos.

Mario Kart 8 Deluxe – Nintendo Switch

Com o Nintendo Switch acabei comprando Mario Kart 8 Deluxe para dar aquela jogada básica e ir matando minha vontade de Mario Kart até o próximo lançamento. O resultado? Eu simplesmente detonei o jogo com todas as estrelas em todas as cilindradas (inclusive 200cc). Como citei em Team Sonic Racing a jogatina online com os amigos também morreu nesse game e a diversão ficou somente online sozinho ou offline,  mas mesmo assim valeu cada jogatinha… além do fato de jogar com a esposa que é sempre bom =)

Ultra Street Fighter 2 – Nintendo Switch

Joguinho de luta no Switch? Vamos olhar! Acabei pegando Ultra Street Fighter 2 para matar a minha saudade de Street Fighter antigos e não esses novos que infelizmente não curto muito (SF para mim é 2D e ponto final!). Ele é o mais do mesmo com algumas firulas como Evil Ryu e Evil Ken e o resto é bom e velho Super Street Fighter que amamos. E assim está ótimo e valeu cada jogatina.

Blazing Chrome – Nintendo Switch

Desde que foi anunciado pela JoyMasher venho acompanhando o lançamento desse jogo e quando ele saiu foi justamente quando peguei meu Switch. Não deu outra! Lá estava jogando ele! E digo para vocês retrogames… que jogo MARAVILHOSO! Um verdadeira aula de como fazer um jogo das antigas no dias hoje e o recado fica para Konami que depois Contra Hard Corps nunca mais lançou nenhum Contra descente e isso já fazem mais de 20 anos. Blazing Chrome é um jogo desafiador, divertido, fantástico e merece todos os elogios em 2019 e está no meu TOP 3 de 2019 de melhores jogos. Agora fica o fato que o senhores “retrogamers” quase não comentaram desse game em 2019 e perderam a oportunidade de mostrar esse jogo fantástico que merece todos os créditos.

Mario Odyssey – Nintendo Switch

Tá aê o campeão de 2019. O melhor jogo que joguei em 2019 é Mario Odyssey sem sombra de dúvida. Ele é uma homenagem a você que jogou os games do Mario desde criança. A magia dos jogos do Mario está ali e vai fazer tirar um sorriso do seu rosto como fez comigo. Eu amo Mario 64 e meu sonho era ter uma continuação ou algo parecido durante todos esses anos, tudo bem que tivemos o Mario Sunshine, mas ele tropeçou em um monte de coisa e acabou não sendo algo que pudêssemos colocar como continuação de Mario 64. Agora Mario Odyssey é justamente que sempre sonhei! Todos sabem que  meu Mario predileto é o 64 e por tudo que ele foi e ainda é nos games de até hoje e a história pessoal que tenho dele (que inclusive tenho que fazer um review aqui!), mas Mario Odyssey mexeu com meu coração… Qual é o meu Mario predileto agora!! Quer um conselho meu? Para de jogar o que você está jogando e vá jogar Mario Odyssey.

Star Wars: Jedi Fallen Order

Quanto tempo faz que não jogo um game do Star Wars bom? Mas bom mesmo?! E digo aqui! O último que realmente amei foi Star Wars: Shadows of the Empire de 1996 do Nintendo 64. Tem o de PC como Dark Forces, mas ele é de 1995 e um ano do lançamento citado do N64. Depois disso nenhum me agradou! Tirando os do Lego, mas esses coloca em um lista separada. Star Wars: Jedi Fallen Order foi minha aposta depois de tantos anos em um jogo de SW e foi um acerto em cheio. Um game que reúne todas mecânicas boas  de outros jogos nesse estilo aventura e introduz no mundo de Star Wars. Está aê a prova que não precisamos de “mega inovações” para fazer um jogo bom.

Bom pessoal! Isso foi que joguei em 2019. E deixo aqui todo meu feliz 2020 para todos você.
Que seja um ano especial e que a saúde, paz, felicidade e jogatinas sempre estejam com vocês.

Um grande Abraço.
Qualquer coisa deixa um comentário aqui embaixo.
Ivo.