A Capcom está de parabéns e parece que voltou com tudo (é que todos dizem no momento!). Com o sucesso de Resident Evil 2 (você pode conferir meu review clicando aqui!) que agradou tanto crítica e o público, a nova empreitada dela era o lançamento de Devil May Cry 5 e digo que novamente ela deu um tiro certeiro, tanto para os jogadores de primeira viagem como especialmente os fãs da franquia e que a acompanham desde o Playstation 2. Mas porque esse tiro certeiro? Venha conferir aqui em um ” review bate bola rápido” de Devil May Cry 5 meu caro amigo. 

“A ESSÊNCIA”

Não temos como negar que DMC5 tem toda a essência reunida das versões anteriores. Um gameplay completo, com gráficos extremamente bonitos, trilha sonora que te empolga tanto nas fases como nas lutas principais, personagens carismáticos e para todos os gostos e uma trama que costumo do dizer “reta, precisa e concisa” – intercalando com momentos cômicos, para dar uma relaxada, entre uma horda de demônios ou aquele chefe demônio de 10 metros de altura.  

Nessa aventura você é Nero que se junta a Dante e um misterioso personagem chamado V que contrata sua agência Devil May Cry para dar cabo de um super demônio chamado Urizen. E não para menos, afinal Urizen está infestando a cidade de “Red Grave” com hordas de demônios e uma árvore gigante que suga sangue de todos os humanos.  



Pareça algo básico né?! Mas não se preocupe, a partir dessa premissa, vai rolar várias e várias coisas durante as 20 fases do game. Não vou me aprofundar muito para não sair dando SPOILER do game e derramarem lágrimas de sangue aqui no blog. XD 

“Não temos como negar que DMC5 tem toda a essência reunida das versões anteriores.”

“E TUDO MAIS”

Então vamos lá! O game apresentada dois modos de jogo que facilitam a vida dos iniciantes que nunca jogaram DMC chamado – “Modo Humano” e um outro para os veteranos chamado – “Modo Caçador Infernal“. Aconselho a mesmo quem nunca jogou DMC se aventurar no modo “Caçador Infernal” porque a familiarização com a jogabilidade é rápida junto com os ensinamentos básicos e alguns toques para chegar aos nível de quem já acompanha a franquia faz tempo. E lembrando você veterano em DMC… está tudo lá (modo “Caçador Infernal”), só que com aprimoramentos do novos: combos, esquivas, equipamentos, compras de golpes e especiais, ataques a distância ou próximos e as transformações demoníacas

“Aconselho a mesmo quem nunca jogou DMC se aventurar no modo “Caçador Infernal” porque a familiarização com a jogabilidade é rápida.”

“ESTILO”

Os “rankings de estilos” continuam nesse game, conforme você combina suas técnicas, estilos de combate, esquivas e combos, mais alto é sua pontuação e assim melhores são suas notas. Se você é um caçador de troféus e almeja conseguir a platina, fique bem atento em todas essas combinações. Um dos troféus mais difíceis do game é conseguir nível S ou acima em todas as 20 missões

“Se você é um caçador de troféus e almeja conseguir a platina, fique bem atento em todas essas combinações.”

“OS 3 PERSONAGENS”

Como citado acima, você irá jogar com 3 personagens e cada um deles vão ter suas próprias mecânicas e técnicas. Tudo isso deixando o game com uma imensa variedade de jogabilidade, uma grande vantagem porque justamente quando você domina a mecânica de um personagem, logo você terá que aprender do começo a de outro… com um “time” muito bom entre as fases e suas importâncias na história.  E nessa importância da história que comento agora. Se você é fã e acompanha tudo da franquia – toda a mitologia da série é citada aqui… nada escada! E você que é novato não ficará de fora também, afinal tem tudo para você entender a trama dessa franquia. Logo no meu principal tem uma opção que conta toda história de DMC e suas versões anteriores. 

“…toda a mitologia da série é citada aqui… nada escada!”

Tudo isso para te introduzir em DMC5 e suas histórias que variam entre meios, começos e fins de uma forma não sequencial. Quando você achar que é o começo, pode ser o fim da história… ou quando você achar que é o fim pode ser o começo. Parece confuso, né?! Mas nada disso é confuso ao desenrolar da história, pelo contrário, vai te manter sempre antenado em entende-la e juntar as peças. Existem reviravoltas emocionantes e vão fazer você “afundar cada vez mais o dedo no controle“.

“ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO e MULHERES DO GAME”

Vale lembrar que além dos 3 personagens principais, você vai se familiarizar com os “animalzinhos” de estimação (Grifo, Sombra e Pesadelo) do V. Destaque para o “Grifo” que é  totalmente carismático e engraçados ao longo da jornada. Um detalhe aqui que não posso deixar de comentar é que infelizmente é a pouca participação do elenco feminino que fico “meio descartado” no decorrer da história e você vai perceber isso. Mas quem sabe venha em uma DLC, né?! Grátis claro!

………

“…infelizmente é a pouca participação do elenco feminino que fico “meio descartado” no decorrer da história e você vai perceber isso.”

“Gráficoquitos, Somzitos e Localização”

Gráficos seguem a qualidade dos jogos atuais da Capcom e a RE Engine tá provando isso. Tudo é bem cuidado no game como: cenários, personagens, expressões dos personagens, demônio, cutscenes, golpes e cia. Um conselho é você assistir as filmagens dos atores reais para captação do game.. lá na galeria liberada de acordo com o seu progresso. Muito legal ver essas peculiaridades da produção do game. A localização para o nosso “português” em legendas ficou muito bem feita e mesmo não sendo dublado (português) o jogo não se perde devido a qualidade da dublagem em inglês e japonês.

“Gráficos seguem a qualidade dos jogos atuais da Capcom e a RE Engine tá provando isso.”

“Pesares”

Mas alguns pesares que tenho que comentar sobre Devil May Cry 5. Além da pouca participação feminina que citei acima… a minha crítica negativa fica por conta dos “loadings” (que são bastantes entre até um menu e outro!) e da simplicidade das fases. Simplicidade essa que por momentos fazem você sentir um pouco a falta interação de puzzles nelas, mas nada que afete prejudicialmente DMC5. 

“Carimbo Final”

É isso ae galera! O carimbo final em Devil May Crey 5 é que ele faz jus aos fãs da franquia que estavam sentido falta e uma ótima opção para os novos jogadores conhecerem e admirem esse mundo de espadas, demônios, estilos e muita porrada. Tudo está ali – uma história legal, jogabilidade boa e aprimorada, referências de todos universo de DMC, lindos gráficos, trilha sonora boa, humor e muitos combos SSS

Não tenho dúvidas que o jogo vai ser um sucesso e vai longo surgir um Devil May Cry 6 para alegrar todos nós. 

É isso pessoal, fico aqui com meu “Review Fast” de Devil May Cry 5“. Deixa aquele comentário “maroto” aqui embaixo se jogou, curtiu, não jogou, jogos versões antigas de DMC. Forte Abraço. Ivo.