Fala pessoal! Tudo beleza com vocês? Outro dia estava passeando por alguns blogs retrogamers e acabei parando no blog do meu amigo Gamer Caduco  e acabei me deparando com o seu texto do “Desafio Megaman” que ele estava fazendo. Ele começou a jogar todos os Megaman’s, partindo do primeiro até o último e descrevendo sua jogatina. Eu adoro essas coisas e acho que sou um dos últimos seres do planeta que leem e compartilham comentários sobre essas coisas. Gostei tanto disso que acabei me desafiando em jogar todos Megaman’s e fecha-los. O que quanto tempo isso vai demorar? Só deus sabe! Então hoje vou comentar aqui minha experiência jogando Megaman 1 e fechando ele só na “Buster“. Já aviso que o negócio aqui vai ser rápido! Sei que muita gente ou 99,9% não gostam de ler essas descrições de jogatina! Então fiz o mais breve possível para deixar registrado tudinho aqui! Então bora lã!

Primeira vez que joguei Megaman                                                     

Antes de começar a falar da minha maratona com Megaman 1, queria comentar um pouco das minhas primeiras experiências em Megaman quando era mais novo. O meu primeiro contato com Megaman foi no meu NES (ou melhor falando no NES do meu irmão!). Eu me lembro muita pouca coisa dessa época, mas meu irmão tinha alugado Megaman 3 e ele achou super difícil de jogar e como ele tinha mais habilidade nos controles, acabou jogando mais e euzinho só ficava assistindo. A fase que ele jogou foi justamente a do Snakeman e ele quase o derrotou, faltando um pouquinho de vida para vence-lo. Com isso ele acabou com raiva desistindo de jogar Megaman 3 e deixou o controle na minha mão. Lá fui jogar o game e sequer cheguei no chefe (minha habilidades ainda eram primárias nessa época!) e também acabei desistindo com o tempo.

Com isso acabamos criando uma “atmosfera” de que qualquer jogo do  Megaman era “mega-difícil” e somente melhores jogadores o fechavam. Tenho que admitir que isso era muito bom… ficava um “mito” no ar e histórias que provavelmente eram mentiras como: “Um amigo do amigo fechou todos Megaman!“. Gente sentava em rodas de conversas e ficava imaginando a pessoa jogando e detonando Megaman e intitulando ele – “O MELHOR JOGADOR DO MUNDO” e isso era fantástico… sua imaginação de criança ia longe com isso. E ainda aumentava quando você via em revistas os desenhos do Megaman, detonados e tudo mais. Com isso tudo acabei criando um carinho com Megaman, mesmo não jogando quase nenhuma versão além do Megaman 3 de Nes naquela época.

O tempo passou e só voltei a jogar Megaman no Snes e exatamente o Megaman 7. Um amigo meu tinha o jogo em japonês e me emprestou e ali realmente me desafiei a fechar pela primeira vez um jogo do Megaman. Admito que foi um dos jogos mais espetaculares de SNES que joguei na época. Ralei muto, mas detonei o jogo de “cabo a rabo” fazendo tudo nele e inclusive achando “coisas secretas“. Eu fiquei muito feliz em fecha-lo, mas no final ficou uma sensação de “será que tem mais coisas nesses jogo” de “querer algo mais nele“. Foi incrível! E poucos jogos me fazem isso nos dias de hoje, alias faz muito tempo que não fazem isso! E ali Megaman 7 se tornou o meu predileto de todos os Megaman’s e meu carinho com o personagem cresceu ainda mais. Curti tanto esse Megaman 7 que falava que gostava mais dessa versão que a versão Megaman X. Obviamente era detonando por todos que ouviam dizer isso hahahahaha XD.

E só depois de muitooooooooss anos comecei a jogar o Megaman de NES no próprio NES que ganhei da minha esposa. Fechei do 1 ao 6, mas utilizando sempre as armas adequadas para cada chefe.

Começando a Maratona com Custman                                                     

Começando Megaman 1 com Custman e a escolha foi aleatória (lembrando que estou jogando na coletânea Megaman Legacy de Ps4!). Na verdade comecei por meus robôs vilões prediletos. Eu adoro o Cutsman, Bomberman e principalmente o Gutsman. Desde aquela época que passava o desenho do Megaman na SBT  adorava eles. Eu tive um pouco de dificuldade no começo em estar enferrujado” em jogos do Megaman, mas fui indo e até me saí bem. O bom que antes de enfrentar o Cutsman tem uma salinha que você pode ficar matando inimigos, enchendo sua energia e pegando vidas. Sempre faço isso quando chego nele.

Bomberman                                                                                       

Agora era a vez do Bomberman. Aqui ja não era tão difícil porque já tinha me habituado com a jogatina do Megaman. E vamos ser sinceros… ele não é tão difícil assim e acredito que seja até o mais fácil do jogo. Você tem que só ficar vendo a distância quando ele joga as bombas e desviar delas. A parte difícil da fase é justamente depois daquelas “navinhas bombas” que você sobe uma escada grande e se depara com aquele inimigo que solta tiros em 3 direções (cima, direita e esquerda) e tem que pular nas plataformas e avançar. Se ele te acertar na plataforma… você é empurrado para trás e jogado nos espinhos. Mas depois que você passa essa parte é molezinha!

Gustman                                                                                       

E agora o meu “robô vilão” predileto dos Megaman´s que é o burrão do Gustman hahahaha XD Eu adoro ele! Sério mesmo! Foi outro chefe que não tive muita dificuldade em matar. Só acertar ele sempre e evitar que te jogue as pedras que tiram muita energia se acertar. Já na fase a dificuldade fica em pular aquela plataforma inicial, mas o segredo é não pular da primeira para segunda e por fim na terceira… é pular da primeira para terceira direto, mas tem quem ter o “time” certo para não errar e depois disso é tudo de boa.

Elecman                                                                                       

Esse é um dos chefes mais chatos do jogo. Eu não consegui achar um padrão nos ataques dele e principalmente quando ele fica pulando que nem um louco. Sem contar que aquele tiro elétrico dele tira muita energia. Ralei muitoooooo para derrotar somente na “Buster“. A fase também é bem difícil e principalmente nas partes do tiros elétricos que você tem que subir as escadinhas. Por fim essa fase não tem um corredor antes do Elecman para recuperar vidas ou energia como nos outros chefes. Resumindo! ESSE FOI DIFÍCIL de matar!

Iceman                                                                                       

A palavra da vez aqui é “PRECISÃO“. Quer vencer o ICEMAN? Você vai ter que usar total precisão nos pulos quando ele atira. Esse foi outro chefe difícil de vencer! As fases também não deixam por menos! Junte: PULOS+NEVE+ESCORREGADIO+PLATAFORMAS = MORTE. Aquela parte que você tem que pular nas plataformas voadoras ou nas que desaparecem é um teste de paciência para qualquer jogador.

Fireman                                                                                       

E o último do chefões é o Fireman. Esse não é tão difícil e a mesma coisa com a fase. Só ter um pouco de paciência em algumas partes que você tem que pular os pilares de fogo e de resto é tudo molezinha.

Yellow Devil                                                                                

Aqui realmente é o desafio do jogo! Eu passei dias tentando matar ele somente na “BUSTER“. Depois de muito treino, suor e raiva… eu venci ele! Vencer ele com a arma do Elecman não é tão penoso, mas agora vencer ele somente na “Buster” é outra história. Mas foi MEGA (trocadilho!) recompensador vence-lo. Me senti “o jogador” das rodas de amigos nos anos 90 – “Olha ele terminou todos Megaman´s!!“. Lanço esse desafio a todos que amam Megaman.

Bubble Machine + Clone + Dr. Willy

Depois de derrotar o Yellow Devil somente na “Buster” me senti o máximo! Nada podia mais me deter e me sentia o menino campeão das revistas de videogame dos anos 90. Matar a Bubbtle Machine, clone do Megaman e finalmente o Dr. Willy não era mais desafio digno. Passei eles tranquilamente e digo que se você matar o Yellow Devil só na “Buster” o resto vai parecer jardim de infância.

Conclusão                                                             

Foi super desafiador jogar Megaman 1 somente na “Buster”. Passei alguns momentos de” RAIVA PURA”, mas valeu a pena. Mas decidi que só irei jogar esse game na “Buster”… eu ainda sinto mais prazer em jogar Megaman normalmente usando as armas que você ganha. Se eu tivesse mais tempo com certeza jogaria sempre assim, mas essa vida de adulto sem tempo para quase nada, não nos deixa outra opção a não ser aproveitar jogos como Megaman da melhor forma possível e mais tranquilamente. Mas de resto Megaman ainda SIM é um jogo maravilhoso e que vale a pena jogar e se divertir! Obrigado por quem leu até aqui!

Até a próxima pessoal!
Super Abraço.

Ivo.